Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos

Dia 5

Anunciar a boa nova aos pobres

(Lucas 4,18)

Ler: Amós 8,4-8 e Lucas 4,16-21

Reflexão

O profeta Amós criticou comerciantes que enganavam e exploravam o pobre para ganhar o máximo de lucro. Amós também destaca como Deus observa os erros deles e nunca os esquecerá. Deus ouve os gritos das vítimas da injustiça e nunca abandona os que são explorados e tratados injustamente.

Vivemos num mundo globalizado onde a marginalização, a exploração e a injustiça são muito presentes e se espalham. A distância entre ricos e pobres está se ampliando. Conquistas econômicas se tornam um fator decisivo nos relacionamentos entre povos, nações e comunidades. Temas econômicos frequentemente provocam aí tensões e conflitos. É difícil viver a alegria da paz quando a justiça está ausente.

Em virtude do nosso Batismo comum, todos os cristãos partilham a missão profética de Jesus que leva a proclamar a boa nova aos pobres e fracos, tanto em palavras como em atos. Quando reconhecermos essa missão, o Espírito do Senhor virá sobre nós também, capacitando-nos a trabalhar pela justiça. Nossa dignidade de cristãos nos impele a falar e agir de tal modo que as palavras do profeta Isaías que Jesus proclamou em Nazaré sejam cumpridas a cada dia entre os que nos ouvem.

Oração

Deus, nosso Pai, 
perdoa nossa ambição por poder 
e liberta-nos da tentação de oprimir outros.

Por teu Santo Espírito de comunhão, 
ajuda-nos a viver em solidariedade com nosso próximo, 
e assim partilhar juntos, com teu Filho Jesus, 
o cumprimento de tua promessa de libertação 
da pobreza e da opressão.

Oramos em nome dele.

Amém.

Deixe uma resposta